Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

(100) Happy Days

10348615_768793793167967_966340082411242108_n.jpg

 Terminei hoje os meus 100 happy days. Basicamente a ideia era, durante 100 dias, publicar uma foto do momento "feliz" do meu dia. O objectivo não era mais do que sermos capazes de reconhecer que, por mais longos, penosos e difíceis que os nossos dias possam parecer, há sempre, sempre, algo de positivo. Parece básico, mas a verdade é que ao ritmo a que a vida corre actualmente e com a forte tendência que temos para "negativizar" tudo e o que nos acontece e não acontece, nem sempre parece fácil encontrarmos a parte boa do nosso dia. 

   No meu caso, tive alguns dias desses, em que chegava à cama sem ter publicado o "happyday" desse dia porque simplesmente não o conseguia encontrar, mas a verdade é que, muitas vezes, o melhor desses dias menos bons, é mesmo o simples facto de nos deitarmos, termos o gato como companheiro do costume e um bom livro para nos embalar. Muitas vezes também, o "happyday" publicado acabava por não corresponder ao melhor momento do meu dia, já que esse tinha acontecido sem que fosse possível fotografá-lo, quase sempre algo relacionado com o trabalho. 

   Defendido pelas correntes da psicologia positiva, o simples facto de, diariamente, sermos capazes de identificar pelo menos um momento positivo ou feliz, poderá ser visto como algo terapêutico e fundamental para o nosso bem-estar emocional e psicológico. Não temos de ter um registo fotográfico disso, mas é importante manter um registo mental das coisas boas que nos acontecem todos os dias, e todos os dias, sem excepção elas acontecem. Ás vezes são grandes acontecimentos, outras vezes são pequenos nadas, mas acontecem diariamente. E eu acho que podemos perder 2 minutinhos do nosso final do dia a pensar nelas. É mais rápido que publicá-las nas redes sociais e, com toda a certeza, vai ser capaz de nos fazer sorrir. Diariamente. 

1 comentário

Comentar post