Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

O diário da nossa paixão

 

 

 

 

Ontem à noite, entre um pensamento e outro, liguei a tv e comecei o habitual curto zapping. Este tornou-se ainda mais curto quando nos canais iniciais encontro um daqueles filmes que consigo ver e rever e ver e rever incansavelmente e sem deixar de me emocionar. "O diário da nossa paixão", o filme que resulta da adaptação do magnifico contador de história Nicholas Sparks.

   "O diário da nossa paixão" conta-nos o amor de Noah e Allie, um amor instantâneo, mas verdadeiro e acima de tudo intemporal. "O diario da nossa paixão" é o diário da paixão deles, mas podia bem ser o diário da paixão de duas outras pessoas que num momento mágico se cruzaram e nunca mais se largaram, ainda que as barreiras fossem por vezes superiores ao sentimento.

   Porque as minhas palavras não serão nunca suficientes para exprimir tudo o que este "diário" nos oferece, ficam as palavras do próprio Noah, que é como quem diz, de Nicholas Sparks:

"Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e,para mim, bastou-me sempre."

" E embora me possam chamar louco, sonhador, ou qualquer outra coisa, acredito que tudo é possivel."

"E sei que gastei todas as minhas vidas antes desta à tua procura.Não de alguém como tu, mas de ti. Porque a tua alma e a minha têm de andar sempre juntas".