Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Do céu ao inferno

«Não vale a pena inventar céus nem infernos. Aqui, sobre este inferno (aponta para o chão) de vez em quando temos momentos de céu. O amor pode ser um momento de céu, uma paisagem, uma página de um livro, um poema, uma grande obra de pintura…agora o inferno é para sempre, e na Terra, aqui, não se lhe vê o final, não se lhe vê o final.»

 

JSaramago