Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Ácaros = A-A-A-Atchim

 

Decidi-me a ir a um Alergologista. E agora o meu braço esquerdo assemelha-se bastante a um bracito de toxicodependente. Tendo em conta que amanhã vou trabalhar para uma equipa de rua e que a probabilidade de encontrar seres não só com braço de toxicodependente é elevada, tenho para mim que, se o braço não for tapado, a integração está facilitada.

 

Tanta pica, tanta pica para descobrir que sou alérgica a todo o tipo de ácaros e levemente a cães. Cientificamente falando, o trabalho doméstico não é para mim. Será que passam atestado? Não? Mesmo? Ah, ok, o meu quarto está a precisar de ser limpo e se ninguém o limpa os ácaros ficam por cá e depois atchim-atchim-atchim e as olheiras crescem ainda mais e , e, e...Ok. Não tenho desculpa.

 

(Aqui entre nós que ninguém nos ouve, a verdade é que o que eu queria mesmo era ter umas alergias como o meu "home" que esgota o espaço no braço para testar aquilo a que é alérgico. Para já arranjei os ácaros, se comprar o médico talvez arranje um braço cheio delas como ele. Assim, como almas gémeas que somos, partilhámos tudo!)

 

1 comentário

Comentar post