Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

«A mão do Diabo», José Rodrigues dos Santos

image.jpg

  A crise atingiu Tomás Noronha. Devido às medidas de austeridade, o historiador é despedido da faculdade e tem de se candidatar ao subsídio de desemprego. À porta do centro de emprego, Tomás é interpelado por um velho amigo do liceu perseguido por desconhecidos.
O fugitivo escondeu um DVD escaldante que compromete os responsáveis pela crise, mas para o encontrar Tomás terá de decifrar um criptograma enigmático.
O Tribunal Penal Internacional instaurou um processo aos autores da crise por crimes contra a humanidade. Para que este processo seja bem-sucedido, e apesar da perseguição implacável montada por um bando de assassinos, é imperativo que Tomás decifre o criptograma e localize o DVD com o mais perigoso segredo do mundo.
A verdade oculta sobre a crise.
Numa aventura vertiginosa que nos transporta ao coração mais tenebroso da alta política e finança, José Rodrigues dos Santos volta a impor-se como o grande mestre do mistério. Além de ser um romance de cortar o fôlego, A Mão do Diabo divulga informação verdadeira e revela-se um precioso guia para entender a crise, conhecer os seus autores e compreender o que nos reserva o futuro.

_______________________________________________________

   Sempre que leio este tipo de livros que prometem revelar a verdade sobre qualquer coisa o meu pensamento é sempre o mesmo: "se isto é verdade, porque é que nunca ouvimos falar disto?". Neste livro, a "verdade" é sobre a crise financeira mundial. Deixa muitas questões e muitas dúvidas no ar, mas acima de tudo é um excelente manual de aprendizagem sobre esta crise e sobre alguns conceitos económicos e financeiros que a acompanham. Quanto à história em si, julgo qu lhe falta emoção e suspense. É demasiado teórico e explicativo relativamente ao fenómeno crise financeira e perde muito no enredo. Ainda assim gosto da escrita de José Rodrigues dos Santos, embora muito mais em formato "romance histórico", e por isso este foi o quarto livro que iniciei nas férias e terminei em menos de uma semana.

1 comentário

Comentar post