Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

ansiosa_mente

Si-pero-soy-ansiosa.jpg

   Sei que estou num pico de ansiedade quando o meu feitio fica ainda pior do que o habitual; quando qualquer pergunta me incomoda e só me apetece estar caladinha; quando não tenho fome mas uma vontade/necessidade assustadora de comer este mundo e outro (e como não o faço ainda aumento mais os níveis de ansiedade); quando o estômago me dói incansavelmente apesar de não ter motivos reais; quando a minha barriga incha como um balão de são joão; quando começamos tudo e deixamos a meio para começar outras coisas e não temos paciência para terminar nada; quando abrimos os armários e as gavetas e tiramos tudo de lá para arrumar o que está arrumado; quando nos apetece tudo mas nada nos satisfaz.

   Hoje estou assim. Nos próximos tempos continuarei. O motivo é profissional e é conhecido por mim e mais tarde partiharei. Toda a gente define a situação em causa como positiva, eu sei que preciso de tempo para digerir a informação e habituar-me à mudança.

   Felizmente eu sou feita daquele material precioso que estala mas não quebra e por isso sei que um dia destes vou perceber que já passou e que tudo rola com a normalidade de sempre.

   Até lá, haja paciência para mim!