Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

«Como Deus manda», Niccoló Ammaniti

sem nome.png

Cristiano tem treze anos e uma vida bem longe da perfeição. Quando o seu pai e dois amigos engendram um plano para assaltarem um banco, Cristiano vê nisso a possibilidade de uma vida melhor. Mas as coisas não correm bem. Numa apocalíptica noite de tempestade, o papel desempenhado por cada uma das personagens irá desencadear consequências terríveis.
Cru e implacável, Como Deus Manda tem um ritmo alucinante e é um livro pautado pela violência, o humor negro e a ternura. Niccolò Ammaniti apresenta-nos um elenco de personagens inesquecíveis, numa encruzilhada entre a esperança e o desespero.

____________________________________________________

   Este livro foi um dos 10 sugeridos pelo escritor José Luís Peixoto como leitura de verão numa revista do tipo Sábado ou Visão. Fiquei curiosa. Passados uns dias encontrei-o com uma promoção bem apetecível na Bertrand. Entretanto fui "metendo" outros livros antes e esta foi uma leitura de Outono. E que soube muito bem.

   Apesar de ter momentos algo fantásticos e fantasiosos, a generalidade do livro é dura. Para quem trabalha na área social, como eu, revemos muito daquilo que ali está ficcionado na realidade diária. Numa noite, tudo mudou, mas o que esteve antes, o cenário que nos pintam é brutalmente real. Doloroso, mas real, porque é mesmo verdade que existem casos assim, famílias assim, crianças assim...

   Primeira vez num escritor italiano. Recomendo!