Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Pela estrada nacional

A EN2 existe ao nível do chão e não deixa ninguém indiferente à sua passagem. Os IP sobrevoam as cidades, deixando-as sozinhas.

É verdade que agora, quando viajamos, não passamos por lado nenhum. Abandonámos esse mundo, que no entanto continuou a existir, de modo fantasmagórico. Em certas zonas, os únicos sinais de vida são os stands de venda de automóveis usados (um dos emblemas da EN2) e os gigantescos e horríveis restaurantes vocacionados para "casamentos e baptizados". Como se a vida só existisse, ritualizada e esporádica, quando os emigrantes vêm casar ou baptizar os filhos.

"Longe do Mar", Paulo Moura