Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Perigo! Alerta! Danger!

Captura de Tela 2013-05-22 às 13_54_09 (1).pn

Ando numa fase perigosa da minha vida. O motivo é simples: nos últimos dias tenho dedicado algum tempo a fazer arrumações "de Outono" e os resultados têm sido algo preocupantes. Estou, mais do que nunca, numa fase em que só o que realmente importa e tem utilidade fica. Tudo o resto é dispensável e poderá servir e ajudar outro  alguém que não eu.

Roupa, sapatos, acessórios, produtos de beleza...tem sido uma arrasia. Uso regularmente? Tem utilidade? Gosto realmente disto? (E mais importante) Tem qualidade? Fica. Não uso isto há mais de 1 ano? É desconfortável? Não gosto da cor? Nem sempre gosto de me ver com isto? Fica largo?  É "pichebeque"? Saco com ele!

Associado a isto tem surgido inevitavelmente uma outra fase: a de compôr os meus bens com aquilo que realmente preciso, interessa e gosto. Mais do que nunca estou numa onda de priviligiar a qualidade e utilidade em prol da quantidade e fazer alguns bons investimentos. Nada de extravagâncias ou loucuras porque a vida não está mesmo para isso, mas sinto que estou cada vez mais exigente e contida nas compras que faço, o que só pode ser bom.