Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Por mais estrenho que possa pararecer

   Tenho de admitir que cada vez tenho menos paciência para a época de saldos. Antigamente aguardava ferverosamente por a chega do dia S e corria para as lojas logo ao abrir. Nos últimos 2 anos, fui alterando os meus hábitos e hoje vou aos saldos quando posso e com cada vez menos entusiasmo. Este ano não está a ser excepção. Fui espreitando as promoções iniciais que foram aparecendo pelas lojas e comprei uma ou outra coisa que precisava (ok, é relativo!) e a muito bom preço. Agora que a minha be loved ZARA nos apresenta os seus saldos, sinto-me sem vontade de comprar (o que é bom!), para além de não ver por lá nada que justifique a loucura dos saldos. Para já fiquei-me por dois casacos para o Outono, um comprido e outro pela cinta, a um bom preço, e cada vez mais é nestes saldos que devemos investir: peças que na época normal são caritas e pelas quais podemos aguardar pelos saldos para investirmos e já a pensarmos na próxima estação. Porque com aquelas peças que nos arrebatam o coração raramente somos suficientemente fortes para as deixarmos na loja até aos saldos!

   Boas compras!