Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Porque ser healthy também cansa

dicas-praticas-para-sua-cozinha-19-blog-sem-medida

Ter um estilo de vida saudável, nomeadamente uma alimentação o mais saudável possível é muito bom e bonito, mas, para além de por vezes ser financeiramente pouco animador, é cansativo e rouba-nos algum do nosso tempo livre, no qual cada segundo é precioso.

   Comer bem e bom dá trabalho, pelo menos se somos daquelas pessoas que diariamente sai de casa com a marmita atrás de nós carregada com lanches, snacks e almoço. Quantas vezes eu não chego a casa depois de um dia em que saio mais tarde do trabalho ou até mesmo depois do ginásio e tudo o que realmente não me apetece é pensar no que vou fazer para o almoço do dia seguinte e prepará-lo. É certo que, como ainda vivo em casa dos pais, por vezes a tarefa é facilitada pois consigo aproveitar alguma coisa do jantar. Mas quase diariamente tenho de lhe acrescentar ou modificar algo, para tornar a refeição mais saudável. As minhas manhãs de Domingo são muitas vezes passadas na cozinha a adiantar minimamente as refeições da semana, e diariamente há que pensar em almoços, lanches para meio da manhã, lanches para meio da tarde, lanches para antes do treino e ainda o pequeno-almoço do dia seguinte que sempre que possível deixo adiantado de véspera. Se bem que na altura de comer todo este esforço compensa, porque sabemos o que estamos a comer e que estamos a fazer as melhores opções, há alturas em que sinto algum desgaste e até mesmo saturação, especialmente porque, e de certeza que vocês também já sentiram isto, fico com a sensação de que a minha alimentação é "vira o disco e toca o mesmo". De tão regrada e saudável que tento ser, acabo por esgotar as ideias, especialmente para o pequeno-almoço. Já sentiram o mesmo?

   É certo que quem corre por gosto não cansa e que prefiro ter todo este desgaste e comer aquilo que gosto e não me faz mal do que estar dependente de refeições de terceiros (sempre fui muito anti comer comida que não a de minha casa) ou de opções forçadas porque não há mais nada. Mas que há dias em que ser healthy cansa e não apetece mesmo nada, lá isso há.