Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Mais uma...

"Bento XVI diz que preservativos agravam combate à sida

O Papa Bento XVI defendeu esta terça-feira que a solução para o problema da sida não passa pela distribuição de preservativos, horas antes de aterrar na capital dos Camarões para a sua primeira visita ao continente africano.

"Não se pode resolver (o problema da sida) com a distribuição de preservativos", disse o Papa aos jornalistas a bordo do avião da Alitália que o levará até Yaounde, nos Camarões. Acrescentou que, "pelo contrário, a sua utilização agrava o problema".

Esta é a primeira vez que Bento XVI fala explicitamente no uso de preservativos. A Igreja Católica, que se afirma na linha da frente do combate à sida, encoraja a abstinência para impedir a propagação da doença."

(Jornal de Notícias)

 

   E é este o Ex-libris da Igreja Católica que temos.

   É que nem vou comentar. Nem uma palavra, pois correria o risco de pecar fortemente em época de Quaresma. É a minha penitência: controlada e de boca fechada. Assim não ofende.

Vem aí sarilho

 

 

«Cautela com os amores. Pensem duas vezes em casar com um muçulmano, pensem muito seriamente, é meter-se num monte de sarilhos que nem Alá sabe onde é que acabam».

  

 

 

   E o Excelentíssimo Sr. Cardeal meteu-se também num belo sarilho com esta pouco feliz escolha de palavras. E à primeira vista, duas observações parecem-me pertinentes: a) não admira que a Igreja Católica tenha cada vez menos fiéis seguidores (passa a redundância) e b) o Sr. Cardeal não faz a mais pequena ideia do que é o amor e do que podemos e não podemos fazer quando ele entra na nossa vida.

Uma questão de Fé

 

   O que me deixa realmente preocupada e impressionada (negativamente falando) é existir um Papa que reafirma orgulhosamente a sua posição e a da Igreja Católica relativamente ao uso de contraceptivos. Com um sorriso na cara, o representante máximo da Igreja vem, mais uma vez, apelar ao NÃO USO de métodos contraceptivos, afirmando que se deve controlar a taxa de natalidade através de métodos naturais (!!!). Será que é capaz de me explicar o que é isso de métodos naturais? Será tudo uma quastão de Fé (ah!só vai acontecer quando todas as forças superiores a nós assim acharem conveniente)?  Será que nunca ninguém lhe disse ou não terá já ele lido em qualquer livrito que esses famosos métodos naturais são 100%...falíveis? E de doenças sexualmente transmissíveis nunca ouviu falar? É que elas existem mesmo e não estou a ver qual o melhor método natural para as prevenir. Ou se calhar até estou…
    Não tomem isto como um ataque ao actual Papa (embora não nutra muitos sentimentos em relação a ele para além do respeito) ou à Igreja Católica - eu que ainda hoje passei por Fátima e pus uma velinha a arder-, mas não me conformo com estas mentalidades de século passado absorvidas pelo lema do “Crescei e multiplicai-vos”. É que com posições destas não me admira que muita gente se mostre cada vez menos católica.