Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Just not the day for...

Tive um dia de trabalho para esquecer, daqueles que nos levam ao desespero e dão vontade de fugir dali para fora e não aparecer mais.

Tenho a minha garganta invadida por aftas, que é sempre uma coisa agradável de se ter, principalmente na garganta, local de passagem obrigatória de todo e qualquer tipo de alimento, que por estes dias, quanto mais moles, melhor.

Tenho uma tese para entregar no próximo mês e não tenho a mínima vontade de trabalhar nela.

Tenho cerca de 8000 dados para inserir num programa de análise estatística e não sei como o farei a tempo da entrega.

Tenho pouca (ou nenhuma) vontade de falar ou de me mexer, muito menos de pensar.

Tenho sono (24h por dia!).

Tenho a cabeça cheia.

Tenho frio (24h por dia!).

Tenho os meus limites postos à prova.

Ou se calhar é só 6ª feira e eu estou de mau humor.