Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Renasce nos teus jardins, Madeira

 

   Ainda custa a acreditar naquilo que aconteceu. As imagens e os relatos não param de chegar e de nos surpreender. O cenário é de dor, destruição, sofrimento e danos irreparáveis. Foram vidas humanas que se perderam, arrastadas pela fúria da água, enquanto outras viam toda um vida arrastada pela lama.

   Vale a solidariedade que, felizmente, parece ser tanta como a chuva que caiu e o espírito guerreiro do povo português. Alberto João Jardim diz que em Abril quer fazer a habitual Festa das Flores. Irá, com certeza, fazê-la. Haverá melhor forma de renascer?