Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Tempo, esse ilusionista

   Uma pessoa anda quase há 1 ano a suspirar por aqueles dias de dolce faire nienti, em que chegámos a casa e percebemos "Caramba, não tenho nada para fazer! Posso fazer tudo o que me apetecer!". E esses dias chegam. E com eles chega um mini Garfield (cada vez mais adorável, by the way) e damos por nós, uma semana depois do dia em que esse dias chegaram, a dizer "Caramba! Ainda não fiz absolutamente nada do que tinha dito que ia fazer quando não tivesse nada para fazer!".

   Pois que isto de ter um gato mini Garfield tem muito que se lhe diga - quando estou em casa estou com o gato, quando não estou com o gato, não estou em casa. Vai daí, ainda não vi nem um filme, ainda não me actualizei nas minhas séries e só a leitura escapa, porque o gato é bicho que recolhe cedo ao vale dos lencóis. Como se não bastasse, deu-me para mudanças no meu quartinho, que a partir de manhã terá cara lavada e pintada de fresco (com novas cores incluídas).

   Agora se me dão licença, vou aproveitar aquele tempo sem nada para fazer.