Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

That thing called love #2

"Sei que ultimamente não tenho sido o verdadeiro "EU", sei que muitas das vezes não me tenho comportado como sou nem como era.

 Tudo o que tu descreves no teu texto já me disseste várias vezes que eu era assim, ultimamente acho que não o tenho sido, mas como já referi ultimamente tenho sido uma pessoa que nem eu conheço, e, como eu já te dei o meu ombro amigo muitas vezes e te ajudei a ultrapassar várias coisas, também sei que me vais ajudar.

 Eu tenho a certeza que tudo o que descreves deve corresponder a uma pessoa muito especial e essa pessoa especial espero ser eu ( amigo, amante...). Tu sabes bem que eu adoro cuidar de ti e fazer-te sentir especial, porque por mais que tu negues, és especial.

Tento sempre melhorar e mostrar que sou a pessoa ideal para envelhecer ao teu lado, como quando vamos a passear sempre de mão bem dada, apertada com força, e olhamos para o mundo juntos ou quando vemos os velhinhos e dizemos "olha nós daqui a muitos anos". Ou quando olhamos para o horizonte e olhamos para o mesmo sítio, ou quando olhamos para os olhos um do outro e vemos o amor e a felicidade que construímos ao longo deste 4 anos e meio e que eu espero que dure mais 100 anos, pelo menos! Sempre a aturar os nossos defeitos, o mau feitio, as birras, os ciúmes, os amuos... e depois acaba sempre com um sorriso, um abraço, um beijo e uma palavra linda que sai dos nossos lábios.

Acredito, desde o primeiro dia, que este amor não foi um acaso, nem uma passagem nas nossas vidas, mas sim um amor eterno e para sempre, como quando vemos duas borboletas a dançarem ao som do vento juntas cruzando-se sempre como nós cruzamos as nossas vidas".

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.