Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

"...que hão de levar-te à vitória..."

 

   "Quero guardar esta Primavera cor de Portugal em festa. Quero ser mais uma alma que se junta a tantas mais. Quero sentir para sempre esta alegria imensa de ser portuguesa e de ver o povo feliz, com o sonho nas mãos, meu povo português tantas vezes triste e cansado, meu povo sem chagas nem guerras, ao sossego habituado, meu povo que ama as crianças e esquece os adolescentes, que não vai aos museus mas sabe o nome dos reis, que joga à bola nos jardins e mergulha nas fontes.

   É de verde já cansado e de encarnado brilhante que tenho o meu coração pintado, e nele vejo todas as cores que forram a alma de Portugal. O azul atlântico total, o amarelo do sol generoso, o branco sepulcral das igrejas, o preto dos lutos prolongados, das lágrimas expostas, quando o mar engole os homens nas noites sem luar. E a minha bandeira querida, que enche de vida as janelas do meu país, que põe o meu povo feliz, quero mantê-la assim, levantada e orgulhosa, mesmo depois do fim."

 

"Vou contar-te um segredo", Margarida Rebelo Pinto

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.