Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Das coisas que compensam

 

Leighton Meester

 

V. (9 anos, está comigo há 2 meses): Sabes professora (eu!), eu gosto muito de ti.

 

S. (8 anos, está comigo há 2 anos): Ei!! E eu também gosto muito dela. E já é há mais tempo que tu!

Ora então o que tens andado a ver?

 

 

 

 

Sobre a integridade de alguém que faz uma promessa.

Like it!

 

 

 

Adorei este! O muito falado "A Onda" mostra-nos o quão influenciável o ser humano pode ser, mesmo depois de ter vivido anos debaixo da pior ditadura possível.

 

 

 

 

Aqui temos Woody Allen dentro do seu género da comédia romântica que nunca chega a ser nenhum dos dois. Pessoalmente, não nutro grande paixão pelos seus filmes, que me deixam sempre com a aquela sensação de que falta ali qualquer coisa. No entanto, não deixo de os ver, por curiosidade.

Desde reti «Sometimes illusions are better than medicine». Verdade, verdadinha.

 

 

 

 

Tenho cá para mim que qualquer coisa que o Ben Affleck faça é bem feito.

 

 

 

Uma história de amor cheia de música e boa disposição.

Tunisinos do meu coração

  

Deserto Sahara Julho 2009

 

 Acalmai-vos, por favor e por amor de Alá! É que eu gosto demasiado de vocês e do vosso país para ver aquelas imagens feias na televisão. Além disso, vocês têm tanto para dar e para mostrar que me deixam triste ver tudo quanto é turista fugir do vosso país. Tudo bem que por aí é tudo levado ao extremo, tudo bem que a vossa vida é difícil, mas sem nós, turistas, as coisas ficam ainda mais complicadas.

  

   Vá lá. É que eu quero mesmo aí voltar!

 

   Shukran.

A minha amiga casa amanhã

 

 

   E a única coisa de que eu tenho a certeza é dos sapatinhos que levarei calçados. Disso e de como quero que a cabeleireira me ponha o cabelo, o que me vai obrigar a saltar da cama cedo.

   Então e a roupa? De repente, não me apetece ir de preto, de maneiras que dois vestiditos bem simples disputam agora o protagonismo.