Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

E isso faz toda a diferença...

image.jpeg

 

"Sou mentalmente doente. Há uma diferença. Pelo menos para mim há. Tenho perfeita consciência do facto de que não sou muito certa das ideias. Sei que esconder-me debaixo de mesas e nas casas de banho não é normal. Sei que construí uma vida que me permite esconder-me sempre que preciso porque, de outra forma, não conseguiria sobreviver. Sei que, de cada vez que a minha ansiedade ataca e me atinge, o meu corpo não me vai mesmo matar, apesar do que possa sentir. Sei que, de cada vez que tenho pensamentos suicidas metidos dentro da minha cabeça, devo contar a alguém que me possa ajudar, pois a depressão é uma astuta manipuladora. Sei que a depressão nos mente. Sei que as poucas semanas durante o ano em que sinto que tenho a máscara de um estranho no rosto e nada, a não ser a dor física, me pode devolver a consciência ao meu corpo de que existe um limite, por muito que me possa ferir e, ainda assim, estar segura na minha própria cama. Sei que sou doida. E isso faz toda a diferença." "Furiosamente Feliz", Jenny Lawson