Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Uma pessoa vai caminhar e ainda se sujeita a estas coisas

 

   Lá vamos nós, pouco motivadas para uma caminhada matinal (sempre fui bicho de exercício pré-nocturno), em passo certeiro por essas ruas fora, quando nos deparamos com duas mini criancinhas sentadas no banco de trás de um carro, sozinhas (não vamos tecer julgamentos acerca deste comportamento paternal). No exacto momento em que passamos ao lado da janela, que está totalmente aberta, uma das criancinhas ergue-se do seu palanca, coloca as patorras de fora e toma lá:

"Xua badelhoca!"

 (e gargalhadas, muitas gargalhadas de criança satisfeita)

1 comentário

Comentar post