Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Mundo de metáforas

 - Como um barco balançando nas minhas palavras.

- Claro!

- Sabes o que fizeste Mario?

- O que foi?

- Uma metáfora.

- Mas não vale, porque me saiu por simples casualidade.

- Não há imagem que não seja casual, filho.

(...)

- Don Pablo, pensa que todo o mundo, quero dizer todo o mundo, com o vento, os mares, as árvores, as montanhas, o fogo, os animais, as casas, os desertos, as chuvas...

- ...Agora já podes dizer «etcétera».

- ...Os etcéteras! Pensa que o mundo inteiro é a metáfora de qualquer coisa?

 

(in O Carteiro de Pablo Neruda, Antonio Skármeta)

1 comentário

Comentar post