Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

It`s the most wonderful time of the year

 

 

   Por esta altura andam alguns doidinhos a correr de um lado para o outro em busca daquele presente que, caramba, ficou esquecido ou que está difícil de comprar porque a pessoa já tem tudo (são ou não são as desculpas que usámos todos os anos?).

 

   Por esta altura em muitas cozinhas já começa a cheirar a Natal, que é como quem diz, cheirar a fritos e doces e cozidos e afins, que nisto da gastronomia natalíca há os mais e os menos tradicionais. Não faltarão por aí rabanadas, sonhos, aletria, leite-creme, troncos de Natal e outras tantas iguarias que encherão mais os olhos que a barriga.

 

   Por esta altura o bacalhau já está mais do que demolhado e já se começa a pensar em quem descascará as batatas este ano. Os mais aventureiros recheiam o perú e apontam o dedo a quem o vai trinchar.

 

   Por esta altura as crianças começam a ficar impacientes, afinal faltam pouco mais de 24horas para o Pai Natal entrar pela chaminé com os tão desejados presentes, enquanto os adultos disfarçam o entusiasmo que esta época mágica ainda lhes causa.

 

   Por esta altura sabe-nos bem ouvir que "Santa Claus is coming to town", ou que alguém nos diz "Have yourself a Merry Little Christmas". O "white christams" parece que também poderá chegar a algumas terras, mas no Natal queremos é frio que justifique uma lareira acesa. No meio da azáfama ainda aguentamos o "Jinglle Bells" e o "We wish you a Merry Christmas" e para relaxar pensamos numa "Silent Night". Conclusão: por esta altura cantarolamos tudo o que seja música de Natal sem nos sentirmos fartos, qual surto de nostalgia.

 

   Por esta altura já se preparam as mantas dos sofás e as televisões estão prontas para receber o Natal de quem quer que seja que nos vem visitar este Natal, seja o Shrek, o Panda do Kung Fu ou os amiguinhos do Madagáscar. Na volta, levamos com os mesmos filmes de todos os anos mas já nem nos importamos, afinal é Natal.

 

   Por esta altura já trocamos votos de Feliz Natal com aqueles que nos são mais próximos ou com aqueles que simplesmente se cruzaram momentaneamente na nossa vida.

 

   Por esta altura, já se respira Natal. E tudo o que nos apetece é sorrir com o coração.

1 comentário

Comentar post