Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

"Blue Valentine" ou uma história de amor dos tempos modernos

 

   Os mais românticos não vão gostar deste filme que se apresenta como «A love story». De facto, é de uma história de amor que se trata. Uma bonita história de amor, um amor que se inicia na juventude e que promete durar para sempre. É um amor cheio de tudo, incluindo promessas, sonhos e momentos. Este é um amor que uniu dois seres que se acomodaram na sua bonita história de amor, na esperança que isso bastasse para o fazer durar. Este é um amor que deixou de lutar, que se centrou numa filha e numa carreira profissional. Este é um amor que tudo quis e nada realizou, porque tudo precipitou. Este é um amor que desvanece subtilmente a cada olhar que não se troca, a cada gesto que não se partilha, a cada palavra que fica por dizer. Este é um amor que deixou tanto por viver. Este foi um amor que começou em tudo e acaba em nada. Este foi um amor que acabou.

   E esta é a vida real, onde nem sempre as mais bonitas histórias de amor têm um final feliz. Porque na vida real, os finais felizes, nem sempre são a dois. E porque na vida real, reconhecer um fim é bem mais difícil do que virar as costas.

   De vez em quando faz-nos bem trocar o cor-de-rosa pelo negro.

1 comentário

Comentar post