Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

O Ritual

 

   Não gosto particularmente do nome que deram ao filme, que até é bastante bom e está longe de rituais. Gostei principalmente de saber que é inspirado em factos verídicos e que a Igreja parece "admitir" a existência de padres que praticam exorcismo, actualmente. O que gostei mesmo, mesmo, foi de finalmente ver o filme sobre esta temática que não "espectaculariza" o exorcismo, com vómitos e cabeças a 360º. Parecendo que não, estes filmes mais realistas fazem-nos pensar que tudo isto poderá ser possível, especialmente se começarmos a pesquisar mais informação sobre este tema.

   Umas palavrinhas para Anthony Hopkins, que todos sabemos que é um dos melhores actores de sempre, com especial queda para papéis sombrios (são aqueles olhos...), mas que neste filme está absolutamente arrasador. Sintam a cena do hospital na qual ele desata num choro desesperado. A perfeição.

 

1 comentário

Comentar post