Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Dizem que só há uma forma de viajar...

 

   Recentemente, na minha viagem a Paris, viajei pela primeira vez pela nossa TAP. E gostei. Gostei muito até. Pelo conforto, pelo "desempenho" do piloto que fez aterragens absolutamente perfeitas, pelo pessoal de bordo... Como se dizia no final da viagem de ida, parece que o simples facto de ser a TAP e ser portuguesa nos faz sentir muito mais seguros e nisto das viagens no céu, tudo é importante para nos aumentar os sentimentos de segurança. E a simpatia do pessoal de bordo merece também palminhas. Há que reconhecer que a ausência de barreiras linguísticas facilita bastante estes aspectos, mas eram constantes as pequenas conversas entre eles e os passageiros, os cuidados, os sorrisos...e eram todos (as) lindos(as)!

   Dizem que só há uma forma de viajar. Embora a realidade nos mostre que existem várias e algumas mais económicas, viajar pela TAP será sempre a minha preferência.

   Mais um exemplo de que o que é nacional é mesmo bom!