Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Um ponto para mim!

 

   Ultimamente tenho passado bastante tempo de trabalho em infantários e creches. Inicialmente, isto era coisa para me fazer uma certa comichão, já que criançada não é de todo a minha preferência profissional. Felizmente, nada melhor do que experimentar e nos deixarmos levar. Vai daí, descobri que até gosto da canalhada e até lhes acho uma certa piada (grande até!). Mas atenção! Desde que a dita canalhada se situe na faixa etária dos 1 aos 3/4 anos, acima disso é demasiada falta de educação e irresponsabilidade parental para a minha tolerância.

   Ora isto já é um avanço, certo? Podemos até considerá-lo uma aprendizagem e uma melhoria na e da minha personalidade, right? Afinal, onde já se viu uma "picóloga" que não gosta de crianças?

 

   Mais uma vez, uma grande salva de palmas para as educadoras de infância que fazem um trabalho fantástico-fantástico com as suas crianças!