Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Da (minha) vida

   

"(...) O seu consultório confirmava a teoria de um cínico colega da faculdade: os pacientes de psicoterapia são noventa por cento "não consigos" e dez por cento ociosos ricos.

   Alan tinha a vida relativamente facilitada: ninguém tinha qualquer doença terminal, ninguém era suicida, ninguém perdera um filho (...)"

 

Pelo mundo fora, Julia Glass

 

 

 

   E ao ler isto percebi que não posso afirmar o mesmo.No meu caso profissional tudo o que tenho é casos de doenças terminais ou doenças graves e incapacitantes, alguns são suicidas (ou pelo menos tentam sê-lo) e quase todos perderam alguém...um filho, um marido, uma esposa...e a solidão...e a solidão...Se era experiência e lições de vida que eu procurava não encontrarei nada melhor.