Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Há coisa fantásticas, não há?

   Hoje sai do trabalho sem marcar a minha saída (por lá marcamos entradas e saídas através de código pessoal e impressão digital). E porquê, perguntam vocês e muito bem. Ora então, porque sou uma grande maluca que se lembra de sair 15 minutos depois do seu horário (o mesmo que o de toda a gente que trabalha naquele edifício), 15 minutos imagine-se a maluquice que me deu, e deparo-me com a porta da sala onde se encontra a maquineta já trancada, sem uma única pessoa que me pudesse abri-la.

   A parte mais gira é que 5 minutos antes do horário já estavam todas sentadas "a fazer horas"...

   E são estas as mesmas pessoas que passam os dias a queixarem-se e lamentarem-se da vida e do mal que ela vai e dos salários miseráveis que recebem. Cá para mim, vão adorar a meia horita a mais que o governo nos quer impôr.