Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Da morte

«Tem medo da morte? Eu digo não, nunca a conheci, como é que posso ter medo de algo que não conheço? Mas depois, como  sou capaz – feliz ou infelizmente – de dizer algumas coisas mais, digo, por exemplo, que não é exactamente a morte o que me preocupa, o que me preocupa no fundo é a consequência da morte.

   Lá está, pode ser formulado de outra maneira e essa é uma maneira que eu gosto muito de ter encontrado: que o mal da morte é que tu estavas e agora já não estás, isso é que é o pior de tudo, ter estado e já não estar. Isto parece uma coisa óbvia, mas é aí que está exactamente a questão.»

 

JSaramago