Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

"Segue o Coração", Lesley Pearse

 

 

Sinopse

 

Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida
tem de continuar e nunca se deve olhar para trás…

 

_____________________________________________________________________

 

   Descobri Lesley Pearse por acaso, com o seu primeiro livro, e gostei da sua escrita e das suas histórias, que reunem dois elementos interessantes: a parte histórica, já que maioritariamente se desenrolam em séculos passados, e o facto de a personagem principal ser sempre uma super mulher.

   Este livro não é excepção e o facto de ter cerca de 800 páginas não o torna nada aborrecido ou intragável ou até mesmo "nunca mais acaba". É-nos fácil acompanhar a vida de Matilda e de todos aqueles que a compõem e deixar-nos envolver por cada um dos seus passos, derrotas e vitórias, muitas vitórias. Não é lamechas, não é pesadão (fisicamente é muuuiiitttooo!) e faz-nos ter vontade de o ler todos os dias para descobrir-mos mais e mais sobre aquela grande mulher. E quem sabe, até nos possa dar um bocadito da sua garra... 

1 comentário

Comentar post