Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Resumo do dia: sick, sleepy & diet


 

   O meu estômago nunca foi flor que se cheire. No último mês chateou-me todas as semanas e desde ontem que me está a chatear muito, muito, ao ponto de eu, que abomino médicos, ter dito hoje de manhã "é melhor ir ao hospital". E lá fui eu conhecer o hospital da CUF (sim, tenho muita coisa contra os hospitais públicos. E também tenho um seguro de saúde) pela fresquinha, para encontrar um atendimento exemplar e uma instalações de fazer "uau". Duas picadelas em cada braço e duas horas de soro depois, regresso com um vírus que me provoca dores de estômago terríveis, uma saca enorme de medicamentos, uma dieta rigorosa e bastante ampla (sopa de arroz e maça cozida) e um rol de exames amorosos, entre os quais uma endoscopia no próximo que é coisa para me tirar já o sono. Já, já não, porque após tanta medicação passei literalmente o dia a dormir e já me preparo para dormir mais.

   E com isto, o mês dos santos populares promete ser uma animação no que a procedimentos médicos diz respeito.