Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Toda a acção tem uma consequência

Passo a transcrever a notícia:

 

O Pingo Doce vai deixar de aceitar o pagamento com cartões de crédito e multibanco em compras abaixo de 20 euros, uma medida que não agrada à DECO.
O fim do pagamento com cartões começa a vigorar a partir do dia 1 de setembro e vai permitir à Jerónimo Martins, dona da rede de supermercados, «uma poupança anual de mais de cinco milhões de euros», segundo uma nota da empresa, que é citada pelo jornal «Público», na sua edição desta terça-feira, e que já começou a ser distribuída aos clientes.
«A partir do próximo dia 1 de setembro, inclusive, ao pagar as suas compras em dinheiro até 20 euros está a ajudar-nos a concretizar mais oportunidades de poupança para si», justifica a empresa, no mesmo folheto.

 

      Depois de terem vendido mais de meio supermercado ao preço da chuva, apresentam-nos medidas como esta. Cada um poupa como pode e é por estas e por outras que o temos como o homem mais rico de Portugal. Eu cá não gosto da medida. Não que vá muito ao PD, mas sou daquelas que nunca traz mais de 10€ na carteira, de maneira que o cartão é o meu melhor amigo.

1 comentário

Comentar post