Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

9/11, 11 anos depois

 
Já aqui publiquei este excerto, mas hoje, mais do que nunca, faz todo o sentido.
 

«Seminal, como planta de reprodução rápida cujas raízes penetram na carne para se alimentar, o medo já se apoderará de Teresa. De todos, com efeito, porque todos terão o seu 11 de setembro, não importa se este, se outro. Quando souberem, todos em todo o lado tomarão para si um momento, um breve momento, antes de continuarem a sua caminhada. Com a excepção de alguns lugares sem mundo (onde mesmo assim os pobres de espírito pressentirão a brisa gelada que arrepia as almas), o terror alastrará para dentro de todos os homens.»

"A manhã do mundo", Pedro Guilherme-Moreira

1 comentário

Comentar post