Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Dias felizes!


   Já aqui escrevi que não sou adepta do lema "Ano novo, Vida nova". Não tomo decisões de Ano Novo, não faço planos para mudanças e não peço 12 desejos á meia-noite, nem sequer como uvas passas! Todas essas coisas muito giras de se fazerem no último dia do ano e de esquecerem logo no dia 3 de Janeiro, devem ser feitas diariamente, porque é diariamente que vivemos e não apenas no dia 31 de Dezembro. Planos? Faços-os todos os dias. Mudanças? São necessárias, sempre. Desejos? Esses pedimo-los a toda a hora. Agradecer por mais um ano? Prefiro agradecer por cada dia, porque cada nova manhã em que acordo, apesar de o fazer de muito mau humor sempre que o despertador toca, é mais uma prenda, uma benção, um quer que seja que nos permite andar neste mundo com saúde, paz e momentos bons e menos bons. É por isto que eu estou grata e é por isto que eu comeria passas e brindaria. Por cada novo dia.

   Por isso, é apenas isso que eu vos desejo, porque é apenas e só aquilo que eu desejo para mim e para os meus: dias carregados de saúde, paz, amor e momentos felizes.

 

   Quanto à minha passagem de ano, vai ser, como sempre, em casa, junto de familiares, onde tudo fica mais barato, mais quentinho e mais confortável. E este ano, com o meu Mr.Big e os seus papás por perto.