Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Dos bons filmes: «The Impossible»


   Baseado em factos verídicos, este filme retrata a história de uma família apanhada por aquela que foi uma das maiores catástrofes naturais do nosso tempo e do impacto que isso teve nas suas vidas.

   Sempre que vejo imagens do tsunami penso nos milagres que foram necessários para que aquelas pessoas conseguissem sobreviver a tamanha onda de destruição. Este filme tem algumas imagens perturbadoras que nos deixam ainda mais impressionados e crentes nos milagres que aí aconteceram. E milagre maior talvez seja aquele que permitiu que algumas famílias se reencontrassem no meio de tanta destruição e dor. E é uma dor que nunca se irá curar que vemos nos rostos daqueles que perderam alguém num sítio que era suposto ser paradisíaco e repleto de boas recordações e não de destruição.

   Talvez por saber que este filme não é ficção e que toda aquela dor e sofrimento existiram mesmo. Talvez porque a realidade foi exactamente como a ficção...é um filme que vale mesmo a pena ver. Quanto mais não seja para nos fazer acreditar que vale sempre a pena acreditar e que não somos nada, absolutamente nada, perante esse monstro que é a vida.