Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Quando os primeiros pensamentos da manhã nos desmotivam

 

   Já aqui referi que tenho uma grande dificuldade em sair da cama "empurrada" por um despertador, seja a que horas for. Ultimamente tem sido mil vezes pior, não só porque é terrível saltar da cama quando lá fora ainda é noite e nos espera mais um dia de chuva, mas porque acordo sempre com tamanha desmotivação que até a mim me assusta. Sempre achei péssimo acordar e começar logo a contar as horas que faltam para regressar a casa, mas tenho dias em que é esse o meu primeiro pensamento de manhã e isso é tudo o que não pode acontecer. O maldito pensamento acompanha-me durante grande parte da manhã e aí por volta das 11h30 já consegui fazê-lo desaparecer e estou com a máxima força. Mas até aí a regra é só uma: please, do not disturb, o que na minha profissão é absolutamente impossível, já que lido com gentes desde as 8h30 da manhã.

   Escrevo isto na véspera de uma quarta-feira, que é apenas e só o pior dia da semana para mim, não por motivos de trabalho, mas porque desde sempre detestei as quartas-feiras (cada um com as suas manias). Já sei que amanhã vou acordar com o pior dos humores, vou amaldiçoar o despertador, a vida, o trabalho e tudo o mais, vou pensar que ainda faltam taaantas horas para o dia de trabalho acabar e que não vou aguentar muito mais tempo debaixo destes pensamentos desmotivantes e que tudo o que quero é chegar a casa e enfiar-me na cama. E também já sei que amanhã à hora de almoço já passou tudo e já só penso no final do dia, não para terminar o dia de trabalho, mas para ir esgotar ao máximo o corpo no ginásio e chegar a casa cheia de energia e de vontade de fazer qualquer coisa.

   É esta espiral de pensamentos negativos e positivos que me acompanha ultimamente e que às vezes me cansam e me tornam parte do dia muito difícil de suportar. Ou de arrancar. Felizmente, é apenas uma parte do dia, que continua a ter 24h cheias de tudo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.