Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Deixem o homem falar!

   Na quarta feira passada, por volta das 21h, o país parou para ver a entrevista de José Socrates na RTP1. Foi mais ao menos como se Portugal jogasse a final de um campeonato do mundo, só que neste caso o país não estava para apoios mas para atirar muitos ovos podres ao ex primeiro ministro.

   O meu interesse por política é inferior a zero, ainda assim não podia faltar a este reencontro e lá fui ouvindo o senhor falar. É verdade que adormeci antes de ele se calar e que não reti absolutamente nada do que ele disse, ainda assim, o que me interessa aqui é que, mesmo percebendo a revolta dos portugueses pelo estado do país e tudo o mais, acho que José Sócrates tem tanto direito de falar como qualquer outro comentador político que por aí anda. Quantos desses comentadores também não fizeram já muita asneira e continua a ter direito de antena? Deixem-no falar, quanto mais não seja para animar um bocadinho o nosso país e nos dar um ou outro motivo de risota.