Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Pequenos nadas que nos enchem o coração

   Fazendo uma retrospetiva rápida da minha semana de trabalho, facilmente encontro pelo menos um motivo para cada dia ter sido um bpm dia de trabalho e de realização pessoal.

   Senão vejámos e muito rapidamente:

   Segunda-feira consegui finalmente tirar a Sra. C. de casa depois de mais de um de visitas a insistir para que saísse de casa nem que fosse para vir lanchar ao nosso centro. Segunda-feira foi passar todo o dia connosco e com perspectivas de voltar.

   Terça-feira cheguei a casa da Sra. A. com uma dor de cabeça horrível, daqueles que até enjoadas nos põem, e fui recebida com um abraço tão apertadinho logo à entrada que a dor de cabeça foi logo esquecida. Adivinham o que aconteceu na hora da despedida? Mais um abracinho bom!

   Quarta-feira fiquei a descansar, o que é sempre positivo.

   Quinta-feira, primeira visita do dia, logo pela fresquinhas das 8h30, a Sra. A., acamada há cerca de 2 anos, mais conversadora que o habitual diz-me "está com um ar tão feliz que até a mim me põe feliz". E foram tantas as vezes que a pus a rir como há muito não a via fazê-lo.

   Sexta-feira fui visitar um dos meus velhinhos do coração (há sempre aqueles que nos roubam um bocadinho mais do coração que os outros que também adoramos) e depois de quase 2 horas de conversas mais que interessantes (são 94 anos extraordinários e tão cheios de vida e sabedoria) despedimo-nos com um "faz-me tão bem quando cá vem, gosto tanto de falar consigo, venha mais vezes, venha mesmo".

   E tão fácil encontrar motivos para nos sentirmos de coração cheio...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.