Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

A Alegria pega-se...

Heidi Klum

...é este o titulo de um artigo que nos diz que a capacidade de encarar a vida com optimismo é transmissível.

   Segundo um estudo realizado por investigadores norte-americanos, o responsável pelo nosso estado de espírito radiante pode ser um amigo, um amigo de um amigo ou até mesmo um amigo de um amigo de um amigo. Pode até ser um perfeito desconhecido, alguém que nunca vimos na vida. Estes investigadores acompanharam cerca de 5000pessoas ao longo de 20 anos e descobriram que o sentimento se propaga através das redes sociais, ou seja, a Felicidade é contagiosa!

   É como se as redes sociais fossem uma imensa manta de patcwork. Ligamo-nos a outras pessoas, que se ligam a outras, que se ligam a outras e assim sucessivamente. As pessoas a quem nos ligamos têm um impacto na maneira como nos sentimos. Assim, quantas mais pessoas felizes conhecermos, mais felizes seremos. Isto significa que somos centrais na nossa rede social, por isso, estar junto daqueles que nos fazem sentir bem, fazendo-os sentir bem também, parece que é coisa séria e importante. Se assim é e se a felicidade é mesmo contagiosa, podia que bem tornar-se endémica.

   Que alegria seria!