Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Do not disturb, please

 

E hoje foi um DAQUELES dias, em que levamos as mãos à cabeça demasiadas vezes e somos assaltadas por uma vontade assustadora de largar tudo naquele momento e sair dali para fora. Só para não ficarem com inveja dou-vos a escolher: um grupo de crianças selvagens, mal-educadas e preguiçosas que não sabem o significado da palavra respeito; um miudo de 8 anos que foi apanhado pela professora com um cinto apertado à volta do pescoço, depois de ter riscado todos os seus livros e cadernos; uma miúda que apanhámos a devolver o material que tinha roubado e que age com a naturalidade de actriz de Hollywood ou um miúdo de 7 anos (que amanhã estará em consulta comigo) que não percebe a importância das regras e que nos diz em tom ameaçador "É melhor tu me dares isso ou eu não sei o que te faço". O que escolhem?

   A minha escolha está feita: outro emprego. Por agora, sossego.

2 comentários

Comentar post