Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

«As Altas Montanhas de Portugal», Yann Martel

1507-1.jpg

As Altas Montanhas de Portugal leva-nos numa viagem pelo Portugal do século passado que é também uma viagem interior.
Na Lisboa de 1904, um jovem chamado Tomás descobre um diário antigo onde é mencionado um artefacto extraordinário que poderá redefinir a história. Ao volante de um dos primeiros automóveis da Europa, Tomás aventura-se pelo país em busca deste objeto invulgar.
Trinta e cinco anos depois, em Bragança, um patologista, leitor voraz dos romances de Agatha Christie, vê-se enredado num mistério que é consequência da demanda que Tomás levara a cabo.
Décadas mais tarde, um senador canadiano refugia-se numa aldeia no Norte de Portugal após a morte da mulher. Com ele traz um companheiro invulgar: um chimpanzé. E eis que é desvendado por fim um mistério com cem anos.
As Altas Montanhas de Portugal é um romance original e empolgante que explora com mestria questões prementes da condição humana.

____________________________________________________

   Às primeiras páginas lidas, não me cativou. Depois entranhei-me no livro, ou ele em mim, e foi um devorar de páginas! Não tem história que possa ser explicada ou resumida, mas tem um cheirinho a José Saramago. Verdade. Não tanto pela forma de escrita mas pelo enredo, por aquela sensação que muitos livros de Saramago deixavam de "isto nunca poderia acontecer na vida real, mas está tão bem escrito que parece real". 

   É um livro original, bem escrito, pouco vulgar e que apesar de as primeiras impressões poderem não ser as melhores, faz valer cada página! 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.