Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Chernobyl, 30 anos

ss-110425-chernobyl-0041.jpg

Comparam constantemente com a guerra. Mas a guerra...Dá para compreedê-la... O meu pai contou-me da guerra, li em livros...Ora, neste caso? Da nossa aldeia restam três cemitérios: no primeiro, que já é antigo, jazem pessoas, no segundo, cães e gatos baleados, que deixámos para trás, no terceiro, as nossas casas.

Até as nossas casas foram sepultadas...

"Vozes de Chernobyl", Svetlana Alexievich

 

Porque no mundo e dos homens há muito que nunca chegaremos a compreender. Que fique a lição. Que descansem em paz. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.