Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

De menininha se aquece o coração

menina_apaixonada.jpg

 

 Parece que as mulheres nasceram para ser romanticamente sonhadoras e apaixonadas desde meninas. Todas as meninas que acompanho em consultas, e falo de meninas de menos de 10 anos, a dada altura chegam ao tema "há um rapaz de quem eu gosto"... e assim dá-se o mote para um rol de sonhos e devaneios e dramas e sorrisinhos tolos. Parece que nos está no sangue esta tendência para gostarmos de romances e amores mais ou menos impossíveis. Nos rapazinhos não falamos destas coisas; eles querem é saber de futebol e jogos de computador violentos; miúdas é preocupação que não têm. Mas as meninas... as meninas despertam os seus sentimentos muito cedo e sofrem com eles como gente crescida. Mas sobretudo sonham, sonham muito com os namoradinhos que poderão ter, como os poderão ter, sem se preocuparem muito com o tempo que os poderão ter ou com a possibilidade de os perderem. E acho que é nesta parte que é preferível sermos crianças apaixonadas: vivemos no agora, pensamos no concreto; o que poderá ser (ou não ser) amanhã é coisa que não nos preocupa. Há quem lhe chame inocência e é um facto que, muitas vezes, a inocência é das melhores armas de defesa pessoal. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.