Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Mais feliz e mais triste do que nunca

tumblr_lst4viRTiR1qf1wouo1_500.gif

 «Se eu tivesse uma máquina», disse eu, «todos os dias te tirava uma fotografia. Assim havia de lembrar-me como tu és todos os dias da tua vida» «Sou sempre igual.» «Não, não és. Estás sempre a mudar. Todos os dias um bocadinho. Se eu pudesse, guardava um registo de tudo.» «Já que és assim tão esperto, diz-me lá em que é que eu mudei hoje?» «Para já, estás uma fracção de milímetro mais alta. O teu cabelo está uma fracção de milímetro mais comprido. E os teus seios estão uma fracção de...» «Não estão nada!» «Isso é que estão» «NÂO estão.» «Estão, estão.» «E que mais, seu grandessíssimo ordinário?» «Estás um bocadinho mais feliz e um bocadinho mais triste.» «Quer dizer que se anulam mutuamente, deixando-me exactamente na mesma.» «Nem por sombras. O facto de estares um bocadinho mais feliz hoje não altera o facto de também estares um bocadinho mais triste. Todos os dias te tornas um bocadinho mais triste e feliz, o que significa que agora, neste preciso momento, estás mais triste e mais feliz do que alguma vez estiveste em toda a tua vida.» «Como é que tu sabes?» «Pensa lá bem. Alguma vez te sentiste tão feliz como agora, deitada aqui na relva?» «Acho que não.» «E alguma vez te sentiste mais triste?» «Não.» (...) «Então e tu? Estás mais feliz e mais triste do que nunca?» «Claro que sim.» «Porquê?» «Porque nada me faz mais feliz nem mais triste do que tu.»

"A História do Amor", Nicole Krauss

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.