Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Não. Continua a não ser uma dieta

   Hoje, no intervalo da manhã em mais um dia de formação, uma colega dirigiu-se a mim com um nunca inocente "Está de dieta? Vi-a a comer um iogurte. E está mais magra!". 

   A primeira lamparina que se acendeu no meu cérebro foi "mas desde quando comer um iogurte a meio da manhã é estar de dieta???". Mas depois acenderam-se logo centenas de outras lamparinas, que são as da saturação e da incompreensão misturadas com uma certa "revolta" com esta mania das pessoas acharem que quem se preocupa com a alimentação e gosta de comer, mas comer bem, está obrigatoriamente e eternamente "a fazer dieta". Mais uma vez, é de mudança de mentalidades que falamos aqui, já que as pessoas têm de tal modo enraizadas as ideias de que tudo o que não é artificialmente adoçado, gorduroso, alterado, processado, whatever, não é comida que alimente pessoa normal e que, por isso, nós, os esquisitos andróides que nos preocupamos connosco e optamos (sim, porque, mais uma vez é uma opção e não uma obrigação) por alimentos o mais saudáveis possíveis, somos uns granda malucos com a mania das dietas e que passam muita fome, porque comemos, imagine-se!, iogurtes a meio da manhã!!! 

De facto, o que eu vi a maior parte das pessoas comer a meio da manhã foram bolachas, bolos de arroz, folhados mistos e de chocolate... concordo que neste cenário, ver alguém deliciado com um iogurte, ainda por cima magro! que grande doidice!, é totalmente inovador e esquesitóide. Como eu dizia, são opções e por serem opções e não obrigações, surgem naturalmente em nós, longe de dietas ou preocupações com o peso. Já o disse várias vezes, o que faço e o que como são preocupações com a minha saúde, com o meu bem-estar e não com a minha balança. Satura ouvir constantemente esses comentários de "está a fazer dieta" ou "não come para manter a elegância" - minha gente, eu como! E como muito! Sou completamente incapaz de sentir sequer um início de fome! Estou mais magra, é um facto. Não fiz nada para o estar, é outro facto. Será uma fase, será a correria diária, será a intensidade e o tipo de treino que faço ultimamente... mas não será, NÃO É, garantidamente fome!

Isto cansa. Em pleno século XXI cansa ainda mais. E, acima de tudo, preocupa-me, porque me mostram que a maioria das pessoas continua completamente despreocupada e relaxada com a sua saúde. 

E descansem que eu já estou preparada para amanhã ser chamada de anoréctica quando me virem saborear uma bela cenoura crua a meio da manhã!

Cuidem-se, por favor!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.