Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

«Nós», David Nicholls

image.jpg

Douglas Petersen compreende a necessidade da sua mulher de se «redescobrir a si própria» agora que o filho vai sair de casa. Estava apenas convencido era de que se iriam redescobrir juntos. Por isso, quando Connie anuncia que também se vai embora, ele resolve transformar as últimas férias em família na viagem das suas vidas: uma viagem que irá reaproximar os três e conquistar o respeito do filho. Uma viagem que irá fazer com que Connie volte a apaixonar-se por ele. As reservas estão feitas, os bilhetes comprados e o itinerário planeado com uma precisão cirúrgica. O que poderá correr mal?

_____________________________________________________________________

   David Nicholls é o autor de um dos meus livros preferidos, lido há uns bons anos, e que até chegou ao cinema:  "Um dia". Não estamos a falar de um grande escritor, até porque raramente ouvimos falar dele e o seu outro romance, o primeiro, "Uma questão de atracção" deixou muito a desejar. Ainda assim, quando vi este livro fiquei curiosa em o ler, não tanto pelo resumo da história que a contracapa nos oferecia, mas na esperança de ser tão bom como "Um dia". 

   Na verdade, este livro é muito mais do que aquilo que a contracapa anuncia. Não tendo nada para se tornar um "clássico da literatura", é um livro divertido, por vezes ridículo, mas cheio de relações humanas fortes, mas que se desgastam. Apesar de todos os esforços. Apesar de serem verdadeiras. Apesar de serem sinceras. Apesar de parecerem, e se calhar até serem, eternas.

   É daquilos livros que lemos de um sopro e por isso, recomendo!  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.