Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

O corpo de uma mulher tem destas coisas

 

   Há uns dias que não me sentia bem com o meu corpo. Olhava-me ao espelho e não lhe gostava das formas. Especialmente das coxas, que me pareciam estar a ocupar demasiado espaço na imagem e até a minha orgulhosa barriguinha me estava a deixar desiludida. Sexta-feira à noite fui à balança e apanhei a maior desilusão dos últimos meses. Estava acima dos 49kg! Não é muito, eu sei, mas para alguém que há alguns meses conta com uns simpáticos 48kg, 48,5kg, estes mais de 49 repentinos deixaram k.o. Amaldiçoei tudo e todos, que era impossível, que não alterei nada na minha alimentação, que me esforço no ginásio, etc, etc. O namorado automaticamente desvalorizou com um "eu até gosto mais de te ver assim. 49 é o peso ideal para ti". E eu ripostei "mas é preciso que eu os queira e me sinta bem neles!". E efectivamente, sendo um peso normalíssimo para alguém com a minha altura, não me sentia bem com aquele corpo e sobretudo com a mudança tão repentina.

   Uma coisa eu sentia há alguns dias: no período da tarde fazia muito menos xixi que o habitual em mim, que é tipo de 5 em 5 minutos. Para minha admiração aguentava horas sem ir ao wc, mesmo bebendo água. Estranho...

   Toca a planear uma pequena dieta para voltar aos 48kg. Planos feitos, corta nas 4 bolachas integrais ou Maria que comias por dia, este fim-de-semana não há gelado, redução nos hidratos e bora lá treinar com garra. E decidi parar com o depurante que estava a fazer há uma semana e meia para limpar o organismo. 

   O fim-de-semana é sempre a pior altura para começarmos estas maluquices, mas o certo é que Domingo senti-me melhor e passei o dia numa corrida ao wc, como é habitual em mim. Sem grandes alterações na dieta, que até inclui uma bifana no sábado à noite, a baança ofereceu-me uns menos preocupantes 48,7 kg. Alto! Nem tudo está perdido! Esta semana alimentação regrada e ginásio e aos poucos vamos ao sítio.

   Não foi preciso muito! 3 dias a reduzir hidratos, a beber água e com dois treinos fortes e há pouco voltei à balança e pasmem-se tanto como eu: 47,9kg!!! E sim, eu pesei-me mais que uma vez!

   Conclusão: eu não estava gorda, estava inchada! O que me pôs assim não sei...talvez o tal drenante, embora o bjectivo fosse precisamente reduzir a retenção de liquídos e afins, mas depois deste susto acho que o parei definitivamente. Não vejo outras possibilidades, mas nunca fiando, esta semana vai ser regradíssima na alimentação!

   Eu sei que é um post fútil e até doentio, mas quem se preocupa com estas coisas do corpo e de sentir bem consigo mesma perceberá que estas mudanças repentinas nas nossas formas, mais do que no nosso peso, nos assustam. A mim deixou-me mesmo de muito mau humor. Desiludida. Revoltada. È por isso que senti tanta necessidade de escrever sobre isto. Porque hoje voltei a sentir-me eu e bem com o meu corpo. Mesmo assim, não vou baixar a guarda!

   Já vos aconteceu algo do género?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.