Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Parece fácil...

O pior de tudo é o corpo que a vida tem de aguentar, somos feitos de trampa e temos de o suportar, é nos pequenos gestos que o velho acontece, quando tenho de dobrar para apanhar um papel do chão, quando tenho de descer as escadas e os joelhos doem, quando até os braços ao escrever me mostram que hei-de acabar. (...)

O tempo passa-nos inteiros, e o pior é o que nos lembramos perfeitamente do que já fomos capazes de fazer, que desgraça. (...)

Era uma vez e já foi, a melhor maneira de um velho sofrer é acreditar no que não existe em si (...)

Bastava trocarmos o corpo para continuarmos, parece simples para um Deus que inventou isto tudo, não parece?

Um velho é uma biblioteca, que miséria a minha, só queria aprender e tenho de me contentar com ensinar (...)

Pedro Chagas Freitas, "Prometo Falhar"

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.