Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Constatações do dia-a-dia

   A maioria das casas de banho públicas, nomeadamente as dos shoppings, não estão preparadas para quem valoriza a higiene oral pós refeições. Ou quem tem mesmo de a fazer por ter uma aparelhagem na dentadura que acumula metade da refeição ingerida. 

   Primeiro têm lavatórios muito catitas, sim senhora, mas onde se acumula toda a "espuma" do dentrífico (so chic) e segundo e pior de tudo e a falha mais grave de todas, a maioria não disponibiliza papel para limpar as mãos, que no caso dos supra citados (me!) serve principalmente para limpar a boca (e a escova). Ora sem o papel, é suposto eu me colocar debaixo dos aparelhómetros secadores das mãos (dos quais nunca gostei, diga-se de passagem, por não ter pachorra ver os ver sugar a água das minhas mãos que saem sempre molhadas, anyway) para secar/limpar a minha boca? E isso faz-se como? Coloco-me de joelhos no chão? Parece-me complicadito...não que já tenha tentado, mas que me irrita não ter onde limpar a boca, lá isso irrita. 

   E por hoje é tudo. Boa noite e até amanhã.