Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

E se...

   ...caminhassem alegremente mas em passo de fuga da total enchente que hoje se fez sentir por tudo quanto é zona comercial e de repente olhassem para o lado e lá estava ela...pequena, preta, abandonada mas com ar de quem já fez muita gente feliz, praticamente vazia, apenas acolhendo umas notitas, sem nada mais, cartões, moedas ou papéizinhos??

   "- Vamos entregá-la."; "- A quem? Não tem identificação, está vazia."; " - Então e agora? Também não vamos deixar aqui o dinheiro". E seguiram-se momentos de indecisão, olha para a esquerda, olha para a direita, alguém se acusa? Não? Ninguém?

   Chegados ao carro, a consciência ainda pesa. Até que: "Ahhhh...tem aqui 80 euros!!!"

  E como estava eu, o namorado, o papi e a mummi: "80 euros? Dá 20 euros pra cada um. Toma. Toma. Toma. Toma.". Consciência pesada repartida por 4 pesa muito menos.  

 Perdoa-me consciência, mas que podia eu fazer? Castiga-me com mais uma noite de insónias. Eu mereço.

  

 Pelo sim pelo não e porque o Universo é maroto e dá com uma mão e tira com a outra, vou tentar andar com pouco dinheiro na carteira nos próximos tempos, não vá o diabo tecê-las.